Love or online internet dating concept heart shape symbol on laptop keyboard

Está lá você, disperso em suas redes sociais, apenas olhando as publicações recentes, até que, inesperadamente, encontra um certo perfil de uma pessoa que você logo gosta. Nesse contato inicial, ela possui tudo aquilo que você deseja pelo menos em termos de aparência. Tomado pelo desejo de conhecê-la, adiciona e inicia uma conversa que muda totalmente os rumos de sua vida, fisgando o seu coração.

Quem nunca passou por essa situação? O problema não é nem se apaixonar, vale dizer, é quando a pessoa que rouba o nosso coração mora a quilômetros de distância. Em um caso como esse, será que namorar a distância dá certo? Continue a leitura e vamos, juntos, descobrir!

Depende dos dois

Se você já ouviu o ditado “quando um não quer, dois não brigam”, então já conseguiu compreender o título deste subtópico. Mas, se nunca ouviu falar, nós te explicamos! A ideia é a seguinte: se realmente as duas pessoas se gostarem, namorar a distância não será um problema, pelo contrário. Será uma oportunidade de experienciar algo que pode levá-las a ter uma vida feliz, como qualquer outro casal que tenha um relacionamento baseado na contiguidade física.

Agora assim, tem-se que ter em mente que um namoro a distância exige muita compreensão, sinceridade e paciência dos envolvidos. Afinal, tudo acontecerá de modo virtual, ou seja, as trocas de carinhos e até mesmo os momentos íntimos. Por mais que a pessoa deseje ter a outra colada em seu corpo, o máximo que poderá acontecer é ouvir a sua voz e vê-la por fotos e vídeos. E aí, você topa viver somente assim? Então pule para o próximo tópico!

Atenção: do virtual para o físico

Pensamos que o namoro a distância é perfeito na fase inicial, ou seja, no momento em que os pombinhos estão se conhecendo. Depois dessa fase, sair do virtual e partir para o contato físico é primordial para fortalecer o vínculo.

Você concorda que é na convivência física que a gente passa a gostar mais da pessoa, ainda que ela seja marcada por momentos ruins? Pois é! O contato físico é fundamental e deve suceder o namoro a distância para que o ciclo seja completado. Tudo bem?

Um caso que deu certo

Como dissemos, o namoro a distância é possível e para comprovar isso apresentamos, a seguir, um caso, entre tantos outros, veja:

Thaís e Rodrigo

Thaís e Rodrigo se conheceram enquanto jogavam videogame. Ambos conversavam pelo bate-papo do próprio jogo e logo se gostaram, mas tinha um porém: ela morava em Santo André, São Paulo, já o rapaz, em São Gonçalo, Rio de Janeiro. Ainda que estivessem separados pela distância, nada os impediu de manter uma conversa/relacionamento, que foi o necessário para se encontrarem pessoalmente e iniciar um namoro. Viu que foi possível sair do virtual e partir para o contato físico?

E então, depois deste relato, você ainda duvida da possibilidade de um namoro a distância dá certo? Com vimos, é possível, desde que ambos queiram isso e façam por onde acontecer. O caso de Thaís e Rodrigo é apenas um entre tantos outros que deram certo. Portanto, se está conhecendo alguém que mora distante de você, não tenho medo e dê uma chance a vocês dois!

Gostou deste artigo? Sim? Então, por que não nos segue no Facebook? Nele, sempre estamos publicando conteúdos relevantes que podem lhe ajudar a se relacionar melhor consigo e com o mundo ao seu redor!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here