Há quem diga que a diferença de idade é um dos grandes tabus quando falamos de relacionamentos amorosos. Ainda hoje, casais formados por pessoas com dez ou vinte anos de diferença tendem a não ser visto com bons olhos pela família e os amigos, que destacam as diferenças de cada fase da vida para validarem suas críticas a esse tipo de relação.
Nos casos em que a mulher é a mais velha, então, as coisas pioram: basta esperar um pouco para, uma hora ou outra, ser crucificado por algum colega quando mencionar a idade do parceiro.
Mas, afinal, existe idade para o amor? A diferença de idade é um peso para relacionamentos felizes e saudáveis? Se você está vivendo algo do tipo e com dúvidas se vale a pena investir, separamos alguns pontos que você deve levar em consideração para ir adiante.

Alinhando objetivos

Não importa se seu relacionamento é com alguém da mesma idade, mesmo gênero ou à distância, toda vida a dois exige alinhamento de objetivos. Isso pode parecer simples, mas é algo que necessita de muito diálogo e esforço, já que a maioria das pessoas que conhecemos na vida não possuem as mesmas metas de vida que a gente.
No caso de uma relação em que a diferença de idade é um peso, é necessário avaliar se ambos estão no mesmo momento da vida ou estão dispostos a sacrificarem alguns desejos pelo outro. Por exemplo, é muito comum que homens mais velhos esperem casamentos ao se relacionarem com mulheres mais novas, que, por sua vez, podem estar com a cabeça na faculdade ou no trabalho.
Portanto, é somente por meio de muita conversa que vocês chegarão a um consenso, seja ele o de que casamento não é uma prioridade ou o de que vale a pena formalizar a relação antes do fim dos estudos. Impeditivos, desejos pessoais e reação da família também devem ser colocados na balança nessas horas.

Hora de assumir

Outro ponto que deve ser analisado por ambos os pombinhos é se vocês terão coragem de assumir o relacionamento para todos. Inicialmente, a apresentação do companheiro para a família e os amigos pode esperar, mas só até as pessoas começarem a perguntar e cobrar a presença dele em alguma ocasião importante.
E aí? Os dois estão dispostos a conhecerem a família um do outro ou andarem de mãos dadas enquanto fazem um passeio, sabendo que podem passar por pai e filha (ou o contrário) pelos outros? Embora ninguém seja obrigado a fazer o que não deseja, talvez seja a hora de avaliar a possibilidade.

A insegurança

Em relacionamentos com grande diferença de idade há sempre o mais novo da relação, certo? É óbvio que, junto com ele, seus medos e inseguranças típicas da juventude façam parte da vida a dois. Respeitar suas dúvidas sobre temas como sexo e ter paciência para esperar a hora certa é fundamental para, mais que algo casual, o relacionamento durar.

Gostou do texto? Conheça nosso blog completo aqui!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here